junho 12, 2024
InícioAmazonasNova corte eleitoral do Amazonas toma posse com destaque para o combate...

Nova corte eleitoral do Amazonas toma posse com destaque para o combate às fake news

Publicado em

O presidente do Legislativo Estadual, deputado Roberto Cidade (UB), marcou presença na posse da nova corte eleitoral do Amazonas nesta segunda-feira, 13/5. Os desembargadores João de Jesus Abdala Simões e Airton Luís Corrêa Gentil assumiram os cargos de presidente e vice-presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), respectivamente, e ficarão à frente da instituição até dezembro de 2024.

“Participo deste ato como presidente do Poder Legislativo e em reconhecimento à importância dessa Corte Eleitoral para o processo democrático. Desejo sucesso aos desembargadores João Simões e Airton Gentil, que serão os responsáveis por conduzir o TRE-AM na eleição que vai definir os chefes do Executivo municipal nas 62 cidades do Amazonas”, afirmou o deputado presidente.

O governador Wilson Lima, considerando as dimensões continentais do Amazonas, ofereceu o apoio da estrutura do Governo Estadual para viabilizar a logística necessária ao TRE-AM, garantindo assim o pleno funcionamento das zonas eleitorais.

“O TRE-AM tem um papel muito importante no processo da democracia. É essa corte que vai permitir que a população vá às urnas exercer o seu poder de voto e eleger os seus governantes. Os níveis dos rios ainda não atingiram a normalidade e talvez tenhamos mais dificuldades neste ano, mas reforço o compromisso do Estado em dispor de toda estrutura, e aparato de segurança para que esse processo transcorra com a maior tranquilidade possível”, assegurou o governador.

Em sua posse, o desembargador João Simões reafirmou o compromisso da nova corte eleitoral com o cumprimento de suas prerrogativas, destacando como uma das prioridades o combate às fake news.

“Nós seguiremos a nossa jornada e realizaremos as finalidades para as quais fomos escolhidos. Agradecemos a todos os membros da corte que nos confiaram esse mandato. A Corte Eleitoral está organizada para enfrentar os próximos desafios. Serão 2,5 milhões eleitores que vão às urnas. Nosso desafio maior se aproxima. Vivemos no Estado de maior extensão territorial do Brasil e isso não é coisa fácil, mas é um desafio que vem sendo enfrentado por esse TRE com êxito”, afirmou Simões.

Os desembargadores terão um mandato de sete meses, para que coincida com o período do exercício financeiro e o ano civil. Essa medida já havia sido adotada pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) em 2022.

João Simões assumirá pela segunda vez a presidência do TRE-AM, já tendo ocupado o cargo no biênio 2018/2020. Já Airton Gentil, exercerá pela primeira vez a vice-presidência do TRE-AM, além do cargo de corregedor eleitoral.

Foto: Divulgação

Últimos Artigos

Agentes da Polícia Civil de Roraima participam de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

A PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio da DPMA (Delegacia de Proteção ao...

Em Brasília, Helder Barbalho diz que escolheu para o Pará modelo de desenvolvimento baseado em floresta viva

O governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou, nesta quarta-feira, 12, que o Estado do...

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...

ALE vai tomar providências contra policial civil de Roraima que chamou deputado de “otário”, “mentiroso” e “banana”

Nesta quarta-feira, 12, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) se reuniu...

Mais como este

Agentes da Polícia Civil de Roraima participam de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

A PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio da DPMA (Delegacia de Proteção ao...

Em Brasília, Helder Barbalho diz que escolheu para o Pará modelo de desenvolvimento baseado em floresta viva

O governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou, nesta quarta-feira, 12, que o Estado do...

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...