julho 13, 2024
InícioDestaquesCom direitos políticos cassados, polêmico vereador Kleber Siqueira tem futuro político incerto...

Com direitos políticos cassados, polêmico vereador Kleber Siqueira tem futuro político incerto em Roraima

Publicado em

O polêmico vereador bolsonarista Kleber Siqueira (sem partido) pode perder visibilidade ao longo dos próximos meses e cair no esquecimento do eleitorado roraimense. Isso porque Kleber teve os direitos políticos cassados devido a condenações criminais.

Desta forma, uma certidão emitida pela Justiça Eleitoral, no dia 9 de abril, atesta a inaptidão do vereador para votar e ou regularizar sua situação eleitoral enquanto esse impedimento durar.

Conforme especialistas ouvidos pelo O FATO, a parda dos direitos políticos é imposta como limitação para ele votar e ser votado, o que o impede de se candidatar no pleito deste ano. Os especialistas explicam, ainda, que a medida não atinge o mandato vigente.

Ao O FATO, a Secretaria Judiciária do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR) também reforçou que nesse caso, em que há condenação criminal de outra justiça, não há interferência da Justiça Eleitoral para determinar a destituição do cargo de vereador. “À Justiça Eleitoral cabe somente registrar a condenação para restringir direitos políticos, o que já foi feito”.

Em 2010, a Lei da Ficha Limpa alterou os requisitos para que uma pessoa possa se candidatar a um cargo público. Desde então, políticos condenados por vários crimes, na Justiça Eleitoral e na Justiça Comum, ficam impedidos por oito anos de disputar eleições, após decisão transitada em julgado (quando não cabe mais recurso) ou após decisão de tribunal colegiado.

De olho na vaga

Após repercussão da notícia sobre a perda dos direitos políticos de Kleber, o ex-vereador Alan do Povão protocolou um requerimento solicitando sua imediata posse no cargo ocupado por Kleber Siqueira. A matéria sobre a briga pela vaga foi publicada pelo Política Macuxi. 

Polêmico

No auge da pandemia da Covid, quando havia diversas medidas para evitar a propagação do vírus, o vereador Kleber Siqueira foi flagrado discutindo com um policial militar durante fiscalização que interrompeu uma festa clandestina com cerca de 300 pessoas numa área nobre de Boa Vista.

Preso 

Em julho de 2022,  Kleber  Siqueira foi preso após xingar policiais militares durante uma abordagem na capital. Klebinho, como é conhecido, estava em uma caminhonete flagrada pela Polícia Militar avançando o sinal vermelho e trafegando em alta velocidade. A esposa dele, de 42 anos, também foi presa por embriaguez ao volante.

Na delegacia, Klebinho ameaçou “dar um pau” em um dos policiais que havia o abordado na rua. Antes, ele xingou policiais da guarnição de “otários” e “babacas”.

Na mira da Polícia Federal 

Em 2021, Siqueira foi alvo de uma operação da Polícia Federal. Os agentes teriam descoberto um esquema de compra de votos para o vereador Kleber Siqueira após operação que resultou na prisão de 23 agentes penitenciários em dezembro de 2020. O político foi preso em flagrante por posse ilegal de uma arma, enquanto buscas eram feitas na casa dele.

Conforme a PF, durante a campanha eleitoral de 2020, a PF já suspeitava da compra de votos para Kleber Siqueira. Os indícios ficaram mais fortes quando celulares de policiais penais foram analisados e a polícia encontrou áudios e imagens que reforçavam o esquema.

Os agentes penitenciários foram presos na “Operação Alésia” que investigou um esquema para favorecer uma facção criminosa nas unidades prisionais de Roraima. Dois empresários também foram presos.

Poucos dias antes do pleito, a PF fez diligências com o cadastro de suspeitos de estarem comprando os votos em troca de dinheiro e combustível para eleger o jovem conhecido como “Klebinho”. Policiais penais também foram vistos pelos agentes federais na casa do então candidato.

Escuridão

Em 2020, Klebinho, o então deputado estadual Renan Filho e o filho da ex-governadora de Roraima Suelly Campos (PP), Guilherme Campos, viraram réus por lavagem de dinheiro e organização criminosa em uma ação sobre o esquema de desvio milionário no fornecimento de quentinhas no sistema penitenciário.

Deflagrada em novembro de 2018, a operação da PF desarticulou um esquema que desviou cerca de R$ 70 milhões em recursos públicos do sistema penitenciário para o pagamento de propinas e enriquecimento ilícito dos reais proprietários do negócio, que eram Guilherme e Renan.

Kleber era o dono da Qualigourmet, empresa responsável por fornecer alimentação a presos de unidades em Boa Vista. No entanto, as investigações da PF apontam que ele era usado como laranja de Guilherme Campos.

Treta com militares 

Em agosto de 2023, Kleber Siqueira foi notificado pelo Exército para prestar esclarecimentos em inquérito militar que investiga acidente na RR-205.

No dia 4 de agosto de 2023, o Portal O Fato publicou uma matéria informando que dois vereadores de Boa Vista se envolveram em um acidente com um veículo militar após furarem um bloqueio do Exército Brasileiro na RR-205, no município de Alto Alegre.

Foto: Reprodução

Últimos Artigos

Prefeitura lança edital de chamamento para área de alimentação do Mormaço Cultural 2024

Nesta sexta-feira, 12, a Prefeitura de Boa Vista abriu o edital de chamamento para...

Ex-deputada Marília Pinto assume Superintendência de Programas Especiais da ALE após convite de Sampaio

Na manhã desta sexta-feira, 12, o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), Soldado...

Infrações por falta de cinto de segurança aumentam 57,6% em Roraima em junho

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) registrou no mês de junho deste...

Inscrições para Curso de Robótica Educacional em Boa Vista são prorrogadas até 14 de julho

As inscrições para o Curso de Robótica Educacional da Prefeitura de Boa Vista são...

Mais como este

Prefeitura lança edital de chamamento para área de alimentação do Mormaço Cultural 2024

Nesta sexta-feira, 12, a Prefeitura de Boa Vista abriu o edital de chamamento para...

Ex-deputada Marília Pinto assume Superintendência de Programas Especiais da ALE após convite de Sampaio

Na manhã desta sexta-feira, 12, o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), Soldado...

Infrações por falta de cinto de segurança aumentam 57,6% em Roraima em junho

O Detran-RR (Departamento Estadual de Trânsito de Roraima) registrou no mês de junho deste...