junho 12, 2024
InícioDestaquesRumo às eleições municipais, Helder Barbalho faz mudanças na alta cúpula do...

Rumo às eleições municipais, Helder Barbalho faz mudanças na alta cúpula do Governo do Pará

Publicado em

Com as eleições municipais se aproximando, a estratégia montada pela aliança feita através dos partidos apoiadores do governo atual, uma série de mudanças no comando de secretarias foram feitas. Os novos decretos assinados pelo governador Helder Barbalho. foram publicadas no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (10).

Uma das principais mudanças foi o cargo de secretário de Estado de Planejamento e Administração (Seplad). Elieth de Fátima da Silva Braga foi exonerada e nomeada secretaria de Estado de Articulação da Cidadania, no lugar do jornalista Humberto Bozi Spindola. Ainda não foi publicada a nomeação de quem ficará no lugar de Elieth na Seplad.

Spindola passa a ser secretário Adjunto de Gestão das Usinas da Paz, no lugar de Cleidson Ferreira Chaves, exonerado, também a pedido.

Helder Barbalho nomeou ainda Albanei Pereira Rocha Sabino de Oliveira para exercer o cargo de Diretor Geral do Núcleo de Acompanhamento da Gestão, com lotação no gabinete do governador.

Devido aos prazos estabelecidos pela Justiça Eleitoral, o quadro de secretários do governo estadual sofreu diversas alterações. Os secretários municipais ou estaduais que desejam concorrer ao cargo de prefeito ou vice-prefeito tinham até o dia 6 de junho para deixar seus postos, respeitando o prazo de quatro meses antes das eleições.

Igor Normando, titular da Secretaria de Estado de Articulação da Cidadania, foi substituído pelo secretário adjunto de gestão das usinas da paz, Humberto Bozi Spindola, após ser anunciado como pré-candidato do MDB à Prefeitura de Belém. Bruno Chagas da Silva Rodrigues Ferreira assumiu a Secretaria de Estado de Cultura (Secult), anteriormente ocupada por Ursula Vidal, que saiu do cargo, embora ainda não tenha confirmado sua pré-candidatura.

Além disso, Waldemiro Sanova, conhecido como Miro Sanova, foi exonerado a pedido da Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa) para se preparar como pré-candidato à Prefeitura de Ananindeua. Até decisão posterior, Marcelo Gomes Alves da Silva passou a responder pela fundação.

Por Danilo Alves, especial para O FATO (Pará)

Foto: Divulgação

Últimos Artigos

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...

ALE vai tomar providências contra policial civil de Roraima que chamou deputado de “otário”, “mentiroso” e “banana”

Nesta quarta-feira, 12, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) se reuniu...

Após revitalização, Porto de Borba é liberado para receber visitantes

O Porto de Borba, distante a 151 quilômetros de Manaus, foi revitalizado e liberado...

ALE-RR aprova redução do cálculo-base do ICMS em produtos importados via remessas postais ou expressas

Durante a sessão parlamentar desta quarta-feira, 12, o Plenário da Assembleia Legislativa de Roraima...

Mais como este

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...

ALE vai tomar providências contra policial civil de Roraima que chamou deputado de “otário”, “mentiroso” e “banana”

Nesta quarta-feira, 12, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) se reuniu...

Após revitalização, Porto de Borba é liberado para receber visitantes

O Porto de Borba, distante a 151 quilômetros de Manaus, foi revitalizado e liberado...