junho 12, 2024
InícioDestaquesCom expectativa de servir 20 mil pessoas, Boa Vista deve bater novo...

Com expectativa de servir 20 mil pessoas, Boa Vista deve bater novo recorde com a Maior Paçoca do Mundo nesta sexta, 7

Publicado em

O Boa Vista Junina segue em frente com todo brilho e prestígio e hoje tem uma das principais “estrelas” da festa, a Maior Paçoca do Mundo, marcando sua presença nesta sexta-feira, 7, no Maior Arraial da Amazônia. A iguaria tipicamente roraimense será pesada a partir das 19h, na Casa de Farinha que se encontra na Praça Fábio Marques Paracat. A expectativa é servir 20 mil pessoas em quatro horas de distribuição.

E a meta é ultrapassar a pesagem do ano passado, que foi de 1 tonelada e 264,5 kg. E, para superar essa marca, foram utilizados 2.800 kg de carne bovina, 520 kg de farinha de mandioca, 170 kg de cebola e 42 kg de manteiga. Além disso, para acompanhar a iguaria serão distribuídos 1.400 kg de banana.

Antes mesmo de ser servida, a Maior Paçoca do Mundo ganhou as telinhas do Brasil, sendo destaque no programa Mais Você, da Rede Globo. Brasileiros de todos os cantos do país conheceram como é preparada uma das maiores paixões gastronômicas da nossa terra.

E vem novidades por aí!

A Maior Paçoca do Mundo esse ano será avaliada por uma equipe do Guinness World Records (Livro dos Recordes), que está acompanhando todo o processo, desde o início da produção até o momento da pesagem (saiba mais abaixo).

Outra novidade boa está na embalagem da paçoca que virá em dobro. Ano passado era de 50g, agora, a Prefeitura de Boa Vista aumentou para 100g.

E como ela nasceu no Boa Vista Junina?

A iguaria surgiu em 2015 em comemoração dos 15 anos do Boa Vista Junina. Desde então, a paçoca com “gostinho” roraimense tem acumulado recordes. Confira a seguir os marcos alcançados:

1ª edição (2015) – 500 kg

2ª edição (2016) – 775 kg

3ª edição (2017) – 856 Kg

4ª edição (2018) – 1.023 Kg

5ª edição (2019) – 1.050 Kg

6ª edição (2022) – 1.131 Kg

7ª edição (2023) – 1 tonelada e 264,5 kg

CRITÉRIOS PARA O SELO DO GUINESS WORLD RECORDS

Entre as regras para a avaliação, o Guinness determina que o evento deve ocorrer em local público ou em local aberto à fiscalização pública. O recorde deve ser medido em quilogramas (kg) com aproximação de 0,001 kg, com o equivalente também dado em libras (lb) e onças (oz), em termos métricos e imperiais. O registro será baseado no peso da paçoca pronto para consumir.

Deve-se informar também a quantidade de pessoas que fizeram o prato, bem como a quantidade de horas gastas no preparo e no cozimento. São cerca de 15 profissionais dedicados ao preparativo da maior paçoca do mundo, uma equipe liderada por um chef e uma nutricionista, seguindo todas as recomendações da Vigilância Sanitária, assim como estabelece os critérios do Livro dos Recordes e como já é praxe da prefeitura.

A preparação da paçoca dura cerca de 40 horas, divididas em cinco dias. A iguaria é feita em forno a lenha com madeira de reflorestamento.

Foto: Divulgação 

Últimos Artigos

Agentes da Polícia Civil de Roraima participam de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

A PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio da DPMA (Delegacia de Proteção ao...

Em Brasília, Helder Barbalho diz que escolheu para o Pará modelo de desenvolvimento baseado em floresta viva

O governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou, nesta quarta-feira, 12, que o Estado do...

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...

ALE vai tomar providências contra policial civil de Roraima que chamou deputado de “otário”, “mentiroso” e “banana”

Nesta quarta-feira, 12, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) se reuniu...

Mais como este

Agentes da Polícia Civil de Roraima participam de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

A PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio da DPMA (Delegacia de Proteção ao...

Em Brasília, Helder Barbalho diz que escolheu para o Pará modelo de desenvolvimento baseado em floresta viva

O governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou, nesta quarta-feira, 12, que o Estado do...

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...