junho 12, 2024
InícioDestaquesEm seis meses, Maternidade de Roraima realizou mais de dois mil testes...

Em seis meses, Maternidade de Roraima realizou mais de dois mil testes do pezinho

Publicado em

Nesta quinta-feira, dia 06, é celebrado o Dia Nacional do Teste do Pezinho, uma data que ressalta a importância deste que é considerado um dos procedimentos vitais para a saúde de recém-nascidos.

O teste tem como finalidade prevenir complicações de saúde que podem se transformar em doenças graves, uma vez que muitos sintomas não se manifestam até o 28º dia de vida do bebê. Ele também pode ser feito até o 30º dia de vida da criança, em uma Unidade Básica de Saúde.

“É um exame de suma importância, pois com ele conseguimos detectar doenças congênitas que podem prejudicar o bebê futuramente”, afirmou a enfermeira e coordenadora da Sala de Teste do Pezinho do HMI, Luna Leite.

Em 2023, a unidade realizou 4.700 testes do pezinho e, somente este ano, até o dia 05 de junho, foram feitos 2.031 testes.

RASTREIO DE DOENÇAS

Realizado entre o 3º e 5º dia de vida do recém-nascido, o teste consegue rastrear doenças congênitas que causam danos neurológicos que podem afetar gravemente a saúde da criança durante o desenvolvimento. A identificação é feita por meio da coleta de sangue do calcanhar do bebê.

Se identificadas a tempo, as chances de não deixar sequelas são grandes, melhorando a qualidade de vida dos casos confirmados e tratados.

“As principais doenças detectadas são a fenilcetonúria, hemoglobinopatia, hipotireoidismo congênito e fibrose cística. Essas doenças seriam prejudiciais ao desenvolvimento do bebê no futuro”, frisou Luna.

Outras doenças detectáveis pelo exame incluem a Toxoplasmose Imunoglobulina M Neonatal (infecção no sistema nervoso e tecidos muscular e conjuntivo), a Tripsina Imuno Reativa (possível fibrose cística), o Hormônio Tireoestimulante, a Fenilcetonúria (doença do metabolismo), as Hemoglobinopatias (doenças que afetam o sangue), a Dosagem de Fenilalanina (associada à deficiência enzimática), a 17 Alfa Hidroxi Progesterona Neonatal (doença genética autossômica) e a Deficiência de Biotinidase (doença metabólica hereditária).

“As coletas geralmente são realizadas de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h e das 14h às 18h, aqui na Maternidade, necessitando apenas da documentação da mãe e dos dados de contato para o possível rastreio e entrega dos exames desses recém-nascidos”, detalhou Luna.

Foto: Divulgação 

Últimos Artigos

Agentes da Polícia Civil de Roraima participam de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

A PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio da DPMA (Delegacia de Proteção ao...

Em Brasília, Helder Barbalho diz que escolheu para o Pará modelo de desenvolvimento baseado em floresta viva

O governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou, nesta quarta-feira, 12, que o Estado do...

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...

ALE vai tomar providências contra policial civil de Roraima que chamou deputado de “otário”, “mentiroso” e “banana”

Nesta quarta-feira, 12, a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) se reuniu...

Mais como este

Agentes da Polícia Civil de Roraima participam de operação nacional de proteção ao Meio Ambiente

A PCRR (Polícia Civil de Roraima), por meio da DPMA (Delegacia de Proteção ao...

Em Brasília, Helder Barbalho diz que escolheu para o Pará modelo de desenvolvimento baseado em floresta viva

O governador do Pará, Helder Barbalho, afirmou, nesta quarta-feira, 12, que o Estado do...

Professor é condenado a 114 anos de prisão por estupro de seis crianças em Jaci-Paraná; Denúncia foi do MP

O Ministério Público de Rondônia (MPRO) obteve, junto ao Poder Judiciário, a condenação de...