junho 22, 2024
InícioAmazonasMulheres são maioria no quadro funcional do Tribunal de Contas do Estado...

Mulheres são maioria no quadro funcional do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas

Publicado em

Em um cenário onde a igualdade de gênero se destaca como uma meta a ser alcançada, o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) surge como um exemplo de realidade progressista na representatividade feminina.

Com 523 servidoras em 77 setores, as mulheres não apenas compõem a maioria, mas também lideram em diversos papéis, desafiando barreiras históricas e inspirando mudanças. É na Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP) onde há a maior concentração de mulheres, com 27 funcionárias. À frente desse movimento está a conselheira Yara Amazônia Lins, única presidente em 73 anos de história do tribunal, uma figura que personifica a força e a determinação feminina.

“As mulheres que já compõem a maior parte do nosso quadro de servidores, sem desmerecer o gênero masculino, têm se destacado por sua diligência, disciplina e excepcional rendimento”, declarou a presidente do TCE-AM.

Conforme dados do Atlas do Estado Brasileiro, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), as mulheres representam 59% dos funcionários públicos do país, sendo maioria em quase todos os níveis federativos. Ainda assim, apesar da alta presença nos órgãos públicos, os números não se repetem quando se refere ao cargo de maior hierarquia dos Tribunais de Contas do país.

Segundo uma pesquisa sobre a participação feminina realizada pelo Grupo de Trabalho da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (GrT/Atricon), dos 226 conselheiros titulares, apenas 26 são mulheres, revelando uma lacuna significativa que o TCE-AM está determinado a fechar. Com Yara Amazônia Lins no comando, não apenas como presidente, mas como uma líder visionária, o tribunal busca não apenas equilibrar a representação, mas também valorizar as contribuições únicas que as mulheres trazem. A conselheira-presidente Yara Amazônia Lins, afirma que servidoras possuem sensibilidade feminina e apurado senso de responsabilidade ao interesse coletivo.

Cristiane Aguiar, chefe de Divisão de Planejamento e Acompanhamento das Fiscalizações (Diplaf) testemunhou essa evolução ao longo de décadas de serviço. Para ela, o apoio e o estímulo fornecidos por Yara Lins foram fundamentais para capacitar e incentivar as mulheres a superar desafios e conquistar novos horizontes.

“Iniciei no Tribunal em 1985, passei por diversos setores e pude acompanhar a evolução da trajetória da mulher ao longo do tempo. Essa linha tênue que existe entre a posição da mulher na família e no trabalho, teve um incentivo muito grande nas gestões da conselheira, que enquanto presidente nos incentiva a cada vez mais evoluir e que nos capacita através de cursos para enfrentarmos as adversidades e seguirmos em frente” relatou a chefe do Diplaf.

E não são apenas os setores tradicionalmente associados às mulheres que se beneficiam desse impulso. Até mesmo em áreas comumente lembradas pela predominância masculina, como a Diretoria de Controle Externo de Tecnologia da Informação, as mulheres estão liderando, desafiando estereótipos e deixando sua marca. Rosenilda Freitas é a mulher na direção da Diceti. Em uma carreira que a viu como a única mulher em várias equipes, sua nomeação como diretora é um testemunho do poder da determinação e do talento feminino. Evocando sua jornada na Corte, a diretora da Diceti afirma ser um desafio ser mulher na área de tecnologia.

“Participei da equipe que desenvolveu o sistema de processos do Tribunal, passei pela Gestão de Pessoas, vim trabalhar no Diceti, fui para a área de planejamento, e agora, depois de 15 anos na Corte fui nomeada como diretora. E, com certeza, é um desafio ser mulher nessa área, pois em toda a minha trajetória até hoje fui a única mulher das equipes em que fiz parte”, afirmou a diretora da Diceti.

Ela exemplifica a visão do TCE-AM de um futuro onde as mulheres não apenas ocupam espaços, mas também moldam e lideram o caminho. Por isso, neste Dia Internacional da Mulher, celebramos não apenas as conquistas passadas, mas também olhamos com entusiasmo para um futuro onde as mulheres continuam a brilhar e a inspirar. O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas é um exemplo desse progresso em ação, um farol de esperança e igualdade em um mundo em constante evolução.

Foto: Divulgação 

Últimos Artigos

James Batista ‘queima largada’, promove esposa em entrevista e é condenado por propaganda antecipada

Nesta quinta-feira, 20, a Justiça Eleitoral condenou o prefeito de São Luiz, James Batista,...

Governo de Roraima promoverá Feiras de Ciências para estimular produção científica na Educação Básica

Já estão programadas para o segundo semestre letivo deste ano duas grandes Feiras de...

Ex-ministro Ciro Gomes palestra sobre crescimento econômico na ALE e recebe homenagem de Sampaio

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) realizou, nesta sexta-feira, 21, uma sessão especial com...

Prefeito Arthur Henrique empossa mais profissionais das áreas de saúde e social nesta sexta-feira, 21

Nesta sexta-feira, 21, o prefeito Arthur Henrique (MDB) empossou novos profissionais para compor o...

Mais como este

James Batista ‘queima largada’, promove esposa em entrevista e é condenado por propaganda antecipada

Nesta quinta-feira, 20, a Justiça Eleitoral condenou o prefeito de São Luiz, James Batista,...

Governo de Roraima promoverá Feiras de Ciências para estimular produção científica na Educação Básica

Já estão programadas para o segundo semestre letivo deste ano duas grandes Feiras de...

Ex-ministro Ciro Gomes palestra sobre crescimento econômico na ALE e recebe homenagem de Sampaio

A Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) realizou, nesta sexta-feira, 21, uma sessão especial com...